Uma breve apresentação

Uma breve apresentação

Olá, prezado leitor ou leitora.

Photo by Mitja Juraja on Pexels.com

Venho por meio destas tortas linhas me apresentar. E apresentar o motivo pelo qual preciso escrever.

Resolvo não me identificar, nem por nome nem por gênero, pois ora. Eu, um morto vivo, não sei bem se necessito disso para apresentar minhas crônicas. Se fizer necessário, me apresentarei quando a oportunidade exigir. Posso ser um homem, uma mulher, meramente um alienígena preso a um corpo humanóide em decadência constante.

Sei somente que eu sou um morto vivo.

Aqui você não encontrará frescuras ou links em demasiado. Somente meus textos e pensamentos traduzidos em palavras legíveis, vez ou outra com erros de concordância,  ou assassinatos gramaticais, outras somente um despejo de emoções. Pois nestes momentos encontro-me vivo. Em outras, serão provavelmente textos desconexos e sombrios, dos momentos aos quais encontro-me morto.

Por vezes, minha alma é vitoriana. Outras, romântica. Por muitas vezes é analítica, e outras a minha mente é somente enfadonha. Me entedio facilmente, portanto é possível que este blog encontre-se por vezes cheio de teias de aranha.

Mas como um refúgio secreto, estarei presente quando meu coração bater e eu precisar desabafar as memórias de um defunto.

Até breve.

Deixe uma resposta